Campeonato Nacional Hóquei em Patins – I Divisão – 8ª Jornada (act.)

Juv. Viana – Oliveirense – 5-5 (13.12.2017)
Turquel – Sp. Tomar – 2-2 (13.12.2017)
Valença – H. Grândola – (22.12.2017)
Valongo – Inf. Sagres – 4-2
H. Braga – Sporting – 2-6 (13.12.2017)
Barcelos – FC Porto – 3-2 (13.12.2017)
Paço Arcos – Benfica – 4-7 (13.12.2017)

1º Sporting e Benfica, 24; 3º Oliveirense, 22; 4º FC Porto, 21; 5º Barcelos, 15; 6º Juv. Viana, 10; 7º Valongo, 9; 8º Sp. Tomar, 8; 9º Valença, 6; 10º Turquel, 6; 11º Paço Arcos, H. Braga e Inf. Sagres, 4; 14º H. Grândola, 2

Anúncios

Dezembro 13, 2017 at 11:32 pm Deixe um comentário

Taça Ribatejo – 1/8 de final

Empregados do Comércio – Alferrarede – 4-2
Samora Correia – U. Abrantina – 3-1
Amiense – U. Tomar (Adiado para 23.12.2017)
Ferreira do Zêzere – Riachense (Adiado para 23.12.2017)
Mação – Fazendense (Adiado para 23.12.2017)
Marinhais – Glória do Ribatejo – 0-1
Torres Novas – Benavente (Adiado para 23.12.2017)
U. Santarém – U. Atalaiense – 6-0

Nos 1/4 de final, a disputar a 28 de Janeiro de 2018, defrontar-se-ão:

Torres Novas/Benavente – U. Santarém
Amiense/U. Tomar – Glória do Ribatejo
Mação/Fazendense – Samora Correia
Empregados do Comércio – Ferreira do Zêzere/Riachense

Dezembro 10, 2017 at 6:13 pm Deixe um comentário

O Pulsar do Campeonato – 10ª Jornada

Pulsar-10

(“O Templário”, 07.12.2017)

À medida que o campeonato vai avançando, maior parece ser o equilíbrio entre um numeroso leque de concorrentes, numa prova nivelada por cima, enquanto, algo paradoxalmente, a pragmática equipa do Mação continua, de forma paulatina mas consistente, a dilatar a sua vantagem, continuando a transpor sem falhas os diversos e difíceis obstáculos que se lhe vão deparando no caminho, beneficiando dos pontos perdidos nos jogos entre os seus perseguidores.

Destaques – O primeiro destaque desta 10.ª ronda vai precisamente para mais um triunfo dos maçaenses, defrontando, pela segunda semana sucessiva um dos 2.º classificados, Samora Correia, voltando a vencer, outra vez, graças a um único golo, o “q.b.” para somar mais três pontos, distanciando assim os samorenses – que somaram o terceiro desaire nas últimas quatro partidas –, agora já a nove pontos, tendo caído para o 6.º posto.

Realce também para a categórica vitória do U. Tomar na recepção ao Torres Novas (curiosamente, repetindo a marca da época passada, 3-0), somando terceira vitória nos últimos quatro jogos (empatou apenas no terreno do líder), o que catapultou os unionistas para o pódio – numa fulgurante ascensão, desde o 8.º lugar, numa única jornada –, repartindo agora a 3.ª posição com o Fazendense, ambos só um ponto abaixo do novo 2.º classificado, U. Almeirim.

Tal como sucedera na semana anterior, os unionistas, praticamente entrando a ganhar, com o golo inaugural logo ao terceiro minuto, cedo resolveram a contenda, fixando o marcador ainda no decurso da primeira metade do desafio. Não obstante, com os oito tentos apontados nos 45 minutos iniciais das duas últimas jornadas, o grupo nabantino, somando já um total de 23 golos, cota-se agora como o melhor marcador da prova. Ao invés, os torrejanos, somando terceira derrota sucessiva, baixaram, em duas semanas, de 2.º para 8.º!

Por fim, menção ainda à goleada (4-0) averbada pela U. Abrantina frente aos Empregados do Comércio (com quatro derrotas nos últimos cinco jogos, apenas não tendo perdido… com o líder), ultrapassando assim os “Caixeiros”, ao mesmo tempo que trespassou a “lanterna vermelha”, de novo, a uma irreconhecível equipa do Riachense, cada vez em maiores apuros.

Confirmações – Os resultados dos outros quatro jogos não trouxeram também qualquer surpresa, confirmando-se, portanto, o favoritismo do U. Almeirim e do Cartaxo, assim com a esperada tendência de equilíbrio nos encontros de Amiais de Baixo e da Moçarria.

O Cartaxo conseguiu finalmente, ao quarto jogo, quebrar a malapata, depois de três desaires no seu terreno, ganhando por 2-1 ao Ferreira do Zêzere, que, concomitantemente, viu também quebrada a sua magnífica série de cinco vitórias consecutivas. Um desfecho que volta a trazer o conjunto cartaxeiro para junto do “pelotão” da frente, agora a três pontos do par que reparte a 7.ª e 8.ª posição, ampliando para sete pontos a margem de segurança em relação à “linha de água”.

Em Amiais de Baixo, o Amiense e Fazendense repetiram, pela sexta vez nas últimas oito épocas, a igualdade, desta feita a uma bola, num confronto em que esta tendência de equilíbrio raramente tem sido desfeita. O clube das Fazendas de Almeirim somou o seu sexto empate na presente edição do campeonato, mantendo, assim, a invencibilidade na competição.

Em Almeirim, o União local, sem contemplações ante o, outra vez, “lanterna vermelha”, Riachense – somou o quinto desaire nas últimas seis partidas que disputou –, goleou por 5-1 (desforrando-se da eliminação na Taça do Ribatejo, aos pés deste mesmo adversário), aproveitando os resultados dos seus mais directos rivais na tabela para subir do 4.º ao 2.º lugar.

Por fim, na Moçarria, o Moçarriense e o At. Ouriense não foram além do empate, igualmente a uma bola, um desfecho mais agradável para a formação de Ourém do que para os donos da casa, que, apenas tendo conseguido, até agora, vencer um único jogo, e não obstante se mantenham à “tona de água”, contam somente um escasso ponto a mais que a U. Abrantina, tendo visto o Cartaxo afastar-se, agora já a seis pontos – parecendo, assim, restringir-se ao quarteto da cauda da pauta classificativa (também com Caixeiros e Riachense) a luta para escapar à despromoção.

II Divisão Distrital – Na série a Norte, o Tramagal cedeu os primeiros pontos, não tendo conseguido desafazer o nulo na visita que fez ao terreno onde o Aldeiense disputa os seus jogos em casa, mantendo o comando, mas vendo, assim, o Rio Maior (vitória por 4-1 em Alferrarede) aproximar-se, agora a três pontos. No confronto entre U. Atalaiense e Espinheirense, clara vitória da turma da Atalaia (3-0), seguindo ambos um ponto mais abaixo, na 3.ª posição.

A Sul, já na 8.ª ronda, o Glória do Ribatejo reforçou a liderança, ganhando ao Barrosense (2-0) e beneficiando do empate (1-1) do Benavente em Benfica do Ribatejo. Destaque para as goleadas obtidas por U. Santarém (6-1 na recepção ao Pontével) e Marinhais (5-1 ao Porto Alto), ocupando, respectivamente, o 4.º e o 2.º lugar (partilhado com o Benavente).

Campeonato de Portugal – Esta foi uma jornada (12.ª) positiva para os emblemas do Distrito, com triunfos do Fátima (3-0 ao Sintrense) e do Coruchense (3-2 em Ponte de Sôr, frente ao Eléctrico), enquanto o Alcanenense foi empatar, a zero, a Torres Vedras, ante o Torreense. A turma do Sorraia subiu ao 5.º lugar, sendo agora o grupo de Alcanena, 10.º; ainda abaixo da “linha de água”, mas somente um ponto abaixo, o Fátima manteve-se no 12.º posto.

Antevisão – Neste fim-de-semana, os campeonatos distritais registam nova interrupção, a pretexto da disputa dos 1/8 de final da Taça do Ribatejo. Contudo, devido ao facto de se encontrar também em acção a selecção distrital, apenas serão realizadas três das oito partidas inicialmente agendadas: Empregados do Comércio-Alferrarede, Marinhais-Glória do Ribatejo e U. Santarém-U. Atalaiense, tendo as restantes sido adiadas, em princípio, para 23 de Dezembro.

No Campeonato de Portugal, o Coruchense terá a visita do líder, Mafra, enquanto o Alcanenense recebe o Caldas; o Fátima desloca-se a Sacavém, para defrontar o Sacavenense.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 7 de Dezembro de 2017)

Dezembro 10, 2017 at 12:00 pm Deixe um comentário

Taça CERS – 1/8 final (1ª mão)

Noia (Esp.) – Barcelos (Por.) – 1-1
Breganze (Itá.) – Dornbirn (Áus.) – 9-2
Turquel (Por.) – Saint-Omer (Fra.) – 2-1
Igualada (Esp.) – Lleida (Esp.) – 4-3
Vendrell (Esp.) – Juv. Viana (Por.) – 3-1
Noisy Le Grand (Fra.)  – Correggio (Itá.) – 2-2
Voltregà (Esp.) – Valença (Por.) – 5-1
Valdagno (Itá.) – Sporting de Tomar  (Por.) – 6-6

Dezembro 9, 2017 at 10:56 pm Deixe um comentário

Taça CERS – Valdagno – Sporting de Tomar

ValdagnoSp. Tomar

PalaLido – Valdagno

Valdagno – Massimo Cunegatti, Samuel Amato, Juan Fariza, Massimo Tataranni e Emiliano Romero López; Nicola Comin, Martin Montivero, Marc Pallarés Peidro, Stefano Campagnolo e Fabio Guiotto

Sp. Tomar – Diogo Alves, João Lomba, João Sardo, Ivo Silva e Hernâni Diniz; Marco Gaspar, Paulo Passos, João Alves “Joka”, Pedro Martins e Alexandre Marques “Xanoca”

0-1 – João Sardo – 1m
1-1 – Emiliano Romero López – 11m
1-2 – João Sardo – 13m
2-2 – Massimo Tataranni – 19m
2-3 – João Alves “Joka” –
2-4 – Hernâni Diniz – 32m
3-4 – Martin Montivero – 34m
4-4 – Massimo Tataranni (pen.) – 47m
5-4 – Emiliano Romero López – 48m
6-4 – Emiliano Romero López – 48m
6-5 – Pedro Martins – 48m
6-6 – João Lomba – 49m

Árbitros – Alberto Veiga e Ruben Fernandez (Espanha)

Numa difícil deslocação, enfrentando uma equipa muito experiente – por três vezes Campeã de Itália, em 2010, 2012 e 2013 -, já tarimbada na principal competição europeia (“Liga Europeia” ), com um guarda-redes antigo Campeão do Mundo (Cunegatti), e com um dos melhores marcadores do campeonato italiano (Tataranni), o Sporting de Tomar apresentou-se de forma muito personalizada, completamente desinibido, precisamente o oposto do que se registara na estreia desta prova.

E, rapidamente surpreenderia o seu poderoso opositor, praticamente entrando a ganhar, marcando ainda no minuto inicial da partida. Procurando assentar o jogo, a formação italiana chegaria ao golo do empate, para, logo depois, os tomarenses se recolocarem em vantagem.

E o ciclo repetiu-se, com o tento do 2-2, pelo Valdagno, antes de os nabantinos fixarem o resultado ao intervalo, saindo a vencer por 3-2. Continuando a actuar de forma muito concentrada e pertinaz, o Sporting de Tomar elevaria mesmo a contagem, para 4-2, deixando atónitos praticamente todos os que acompanhavam a evolução do desafio.

Todavia, pouco tempo depois a equipa transalpina voltaria a entrar no jogo, ao reduzir a desvantagem para 3-4.

Os minutos derradeiros seriam então absolutamente frenéticos: primeiro, com o Valdagno a operar, pela primeira vez, a reviravolta no marcador, com três golos praticamente de rajada, passando o marcador de 3-4 para 6-4.

Mas, nesse momento de adversidade, em vez do que poderia ter sido um algo compreensível “baixar de braços”, o Sporting de Tomar teve ainda a capacidade de reagir, de forma fantástica, acabando por repor a igualdade, a seis golos!

Uma cabal demonstração do potencial hoquista do Sporting de Tomar, a brilhar a grande altura, a nível europeu, em mais uma noite grande para a história do clube.

Paralelamente, uma afirmação de que a eliminatória está perfeitamente em aberto – aliás, nesta altura, com ligeiríssima vantagem para os tomarenses, a quem bastará empatar, na 2.ª mão, no seu pavilhão, por número inferior de golos -, pese embora as dificuldades que, todos estarão conscientes, o Valdagno, como equipa “matreira”, não deixará de colocar.

Dezembro 9, 2017 at 10:15 pm 1 comentário

Campeonato Nacional Hóquei em Patins – I Divisão – 8ª Jornada

Juv. Viana – Oliveirense – (13.12.2017)
Turquel – Sp. Tomar – (13.12.2017)
Valença – H. Grândola – (22.12.2017)
Valongo – Inf. Sagres – 4-2
H. Braga – Sporting – (13.12.2017)
Barcelos – FC Porto – (13.12.2017)
Paço Arcos – Benfica – (13.12.2017)

1º FC Porto, Sporting, Oliveirense e Benfica, 21; 5º Barcelos, 12; 6º Juv. Viana, 9; 7º Valongo, 9; 8º Sp. Tomar, 7; 9º Valença, 6; 10º Turquel, 5; 11º Paço Arcos, H. Braga e Inf. Sagres, 4; 14º H. Grândola, 2

Dezembro 9, 2017 at 10:10 pm Deixe um comentário

Campeonatos Distritais Futebol – 10ª Jornada / 8ª Jornada

I Divisão (10ª jornada)

U. Abrantina – Emp. Comércio – 4-0
Moçarriense – At. Ouriense – 1-1
Cartaxo – Ferreira do Zêzere – 2-1
U. Almeirim – Riachense – 5-1
Amiense – Fazendense – 1-1
Mação – Samora Correia – 1-0
U. Tomar – Torres Novas – 3-0

                       Jg     V     E     D       G       Pt
 1º Mação              10     8     2     -    19 -  6    26
 2º U. Almeirim        10     5     4     1    21 -  8    19
 3º U. Tomar           10     5     3     2    23 - 12    18
 4º Fazendense         10     4     6     -    19 -  8    18
 5º At. Ouriense       10     5     2     3    22 - 15    17
 6º Samora Correia     10     5     2     3    16 - 13    17
 7º Ferreira Zêzere    10     5     1     4    20 - 15    16
 8º Torres Novas       10     5     1     4    14 - 13    16
 9º Amiense            10     4     1     5    13 - 15    13
10º Cartaxo            10     4     1     5    13 - 15    13
11º Moçarriense        10     1     4     5     8 - 20     7
12º U. Abrantina       10     2     -     8    11 - 21     6
13º Emp. Comércio      10     1     2     7    10 - 31     5
14º Riachense          10     1     1     8    12 - 29     4

II Divisão

Série A (6ª jornada)

U. Atalaiense – Espinheirense – 3-0
Aldeiense – Tramagal – 0-0
Pego – Caxarias – 2-1
Alferrarede – Rio Maior – 1-4
At. Pernes – Ortiga – 0-3

1º Tramagal, 16; 2º Rio Maior, 13; 3º U. Atalaiense e Espinheirense, 12; 5º Aldeiense, 11; 6º Ortiga e Pego, 7; 8º Alferrarede, 6; 9º Caxarias, 3; 10º At. Pernes, 0

Série B (8ª jornada)

Folga: Vale da Pedra
Marinhais – Porto Alto – 5-1
U. Santarém – Pontével – 6-1
Salvaterrense – Forense – 1-0
Glória do Ribatejo – Barrosense – 2-0
Benfica do Ribatejo – Benavente – 1-1

1º Glória do Ribatejo, 19; 2º Benavente e Marinhais, 17; 4º U. Santarém, 13; 5º Barrosense, 12; 6º Vale da Pedra, 10; 7º Benfica do Ribatejo, 8; 8º Salvaterrense, 7; 9º Pontével, 6; 10º Forense, 4; 11º Porto Alto, 1

Dezembro 3, 2017 at 6:32 pm Deixe um comentário

Artigos Mais Antigos


Autor – Contacto

Destaques

União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2017
S T Q Q S S D
« Nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Categorias