O Pulsar do Campeonato – 20ª Jornada

Março 13, 2016 at 11:00 am Deixe um comentário

Pulsar - 20jornada

(“O Templário”, 10.03.2016)

Mais uma jornada do Campeonato Distrital da I Divisão, mais um (decisivo) passo na caminhada de regresso do Fátima aos Nacionais, podendo inclusivamente, a partir de agora, vir a confirmar a conquista do título de Campeão Distrital já na próxima ronda – quando ficarão a faltar disputar apenas cinco jogos –, pese embora tal esteja dependente de uma improvável combinação de resultados, nomeadamente um desaire caseiro do Cartaxo, na recepção ao Moçarriense; com maior grau de probabilidade, tal confirmação poderá ocorrer na 22.ª jornada.

Entretanto, na II Divisão Distrital, a uma ronda do termo da primeira fase da prova, ficaram já definidos os seis clubes que disputarão, na segunda fase, o título de Campeão, assim como a promoção ao principal escalão do futebol do distrito: Ferreira do Zêzere e Pego já haviam carimbado tal apuramento; desta feita, coube ao U. Santarém, Glória do Ribatejo, Benavente e Samora Correia garantir também a presença em tal fase final.

Destaques – Na 20.ª jornada da I Divisão Distrital o primeiro destaque vai para o União de Tomar, que, regressando aos triunfos, por categórica marca de 3-0 (não obstante os dois últimos golos tenham sido obtidos já em período de compensação…), conseguiu enfim “matar o borrego”, ganhando ao Fazendense, opositor frente ao qual a última vitória datava de 15 de Novembro de 2009 (há quase seis anos e meio), ao fim de 14 encontros entre as duas equipas, em que o melhor que os unionistas tinham conseguido foi oito empates (dos quais, curiosamente, seis haviam sido registados nas últimas seis partidas realizadas entre ambos).

Um desfecho que, paralelamente, contribui para manter a turma de Fazendas de Almeirim em posição delicada na tabela, tendo piorado ainda, nas últimas dez jornadas (com apenas dez pontos obtidos), o já sofrível desempenho das dez rondas iniciais (em que averbara onze pontos). Pior, só At. Ouriense e Empregados do Comércio (ambos com oito pontos angariados nos dez desafios mais recentes) e o Rio Maior (em “queda livre”, somente com quatro pontos).

A realçar também, ao invés, mais uma vitória do Amiense (terceira nas últimas quatro jornadas), impondo-se ao Riachense, por tangencial 3-2, num jogo em que, não obstante, esteve sempre a comandar o marcador; com os vinte pontos somados nas dez rondas mais recentes (registo apenas superado pelo “imperial” Fátima, que completou um excepcional pleno de dez vitórias, e pelo União de Tomar, com os 22 pontos alcançados), a formação de Amiais de Baixo reforçou a 8.ª posição, e, mais importante, descolou da zona perigosa, dispondo agora já de uma margem de seis pontos face à “linha de água”!

Referência ainda ao triunfo do Mação na recepção ao Cartaxo (2-0), isolando-se assim no 4.º posto – tendo sofrido uma única derrota em 13 jogos, de longe o melhor registo do campeonato… à excepção do Fátima –, contribuindo, por outro lado, para o “atapetar” da rota fatimense na senda do título, dado ter resultado no ampliar do atraso do Cartaxo (a “desligar os motores”, perdendo dois dos últimos três jogos) já para virtualmente insuperáveis doze pontos.

Surpresa – Não terá sido propriamente uma surpresa a vitória (2-1) da U. Abrantina na recepção ao Rio Maior (equipa que acumula um ciclo de oito desaires nos nove últimos jogos realizados – a única excepção foi o inesperado triunfo sobre o Fazendense – afundando-se na pauta classificativa), mas algo imprevista terá sido a muito positiva reacção dos abrantinos, registando segundo êxito consecutivo, somando sete pontos nas quatro rondas mais recentes, reentrando assim na disputa da manutenção, voltando a colar-se aos mais directos rivais, somente a um ponto de At. Ouriense e Rio Maior, e a três pontos de Fazendense e Moçarriense.

Confirmações – Nas restantes três partidas, imperou a lógica, com o líder Fátima a golear o At. Ouriense (4-0) no “derby” municipal; enquanto Empregados do Comércio e U. Almeirim (que não desfizeram o nulo) e Moçarriense e Torres Novas (empate a uma bola) repartiram os pontos.

II Divisão Distrital – A Norte, o destaque vai para a imprevista goleada sofrida em casa pelo Caxarias, batido por 0-5 pelo At. Pernes, num daqueles jogos em que tudo terá corrido mal aos visitados; ao invés, o U. Santarém, ganhando no Tramagal, também com uma goleada (6-0), confirmou o apuramento para a fase de disputa do título. O mesmo feito que Glória do Ribatejo (vitória no Porto Alto por 4-0), Benavente (5-0 no terreno do Forense) e Samora Correia (3-0 em Marinhais) garantiram, ainda com uma ronda por disputar, na série mais a Sul, beneficiando do inesperado desaire caseiro (0-1) sofrido pelo Benfica do Ribatejo ante o Barrosense.

Campeonato de Portugal Prio – À 4.ª jornada da fase final, o Alcanenense prossegue o seu percurso rumo à tranquilidade, empatando a zero no terreno do líder Caldas, do qual continua portanto a distar um único ponto, mantendo a 2.ª posição, e os dez pontos de vantagem em relação à “linha de água”. Por seu turno, o Coruchense deu mais um passo que poderá ser de crucial importância, tendo ganho ao guia da série, Loures, por 2-1, isolando-se no 6.º lugar, distanciando o Sacavenense (primeira equipa abaixo da tal linha “fatal”), agora a dois pontos.

Antevisão – Na I Divisão Distrital, o jogo grande da jornada será o Fátima-União de Tomar; poderão os nabantinos ser os primeiros a quebrar a invencibilidade do comandante? Realce ainda para dois confrontos nos quais estará bem acesa a luta pela manutenção: U. Abrantina-At. Ouriense, agora com o grupo de Abrantes aparentemente na “mó de cima”; e Fazendense-Empregados do Comércio, duas turmas muito aquém das expectativas.

Na II Divisão Distrital resta apenas decidir o vencedor da série a Sul, com o Glória do Ribatejo a surgir como favorito, o que confirmará em caso de triunfo sobre o Benfica do Ribatejo.

No “Campeonato de Portugal”, o Alcanenense recebe a visita da Naval (na 5.ª posição), clube que começa a ver aproximar-se perigosamente a zona indesejável da tabela, com Sertanense e Águias do Moradal apenas um ponto abaixo; o Coruchense desloca-se a Ponte de Sôr, para defrontar o “lanterna vermelha”, Eléctrico, com a aspiração de manter os resultados positivos.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 10 de Março de 2016)

Entry filed under: U. Tomar. Tags: .

Hóquei em Patins – Taça de Portugal – 1/16 de final Campeonatos Distritais de Futebol – 21ª Jornada / 18ª Jornada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Março 2016
M T W T F S S
« Fev   Abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Categorias


%d bloggers like this: