O Pulsar do Campeonato – 14.ª jornada

Janeiro 10, 2016 at 11:00 am Deixe um comentário

Pulsar - 14jornada

(“O Templário”, 07.01.2016)

A chegada do novo ano, de 2016, coincidiu também com a abertura da segunda metade do Campeonato Distrital da I Divisão, no qual o Fátima, conseguindo finalmente descolar do Cartaxo, agora já a uma distância de seis pontos, parece – pese embora faltar ainda disputar muito campeonato (doze rondas) – começar a cumprir a profecia de se vir a sagrar Campeão Distrital, e de, dessa forma, garantir um rápido retorno aos Nacionais. Tal indício é particularmente sublinhado com a solidez defensiva do grupo fatimense, que ampliou para nove o número de jogos consecutivos sem sofrer qualquer golo na competição!

Destaque – O destaque vai necessariamente para o “jogo grande” da jornada, em que se defrontavam os dois primeiros, com o Fátima a ganhar ao Cartaxo, mercê de um solitário tento, impondo aos cartaxenses – depois de uma excelente série de onze desafios sem derrota – o segundo desaire nas últimas três partidas. O suficiente para que os fatimenses se colocassem em posição privilegiada, ampliando para seis pontos a sua margem de segurança na liderança, agora já com a faculdade de poder mesmo vir a sofrer alguns “deslizes” sem que tal inviabilize o seu objectivo fundamental: por duas vezes, num cenário de eventual derrota (o que, aliás, ainda não registaram nesta prova, em que mantêm portanto a invencibilidade); ou em três ocasiões (em caso de empates – sendo que, até ao momento, averbaram apenas dois em 14 jogos).

Outra menção a salientar nesta ronda foi a vitória (2-0) do Riachense em Santarém, frente aos Empregados do Comércio, quebrando uma sucessão de três derrotas, o que lhe permitiu igualar o U. Almeirim no 5.º posto, ao mesmo tempo que implicou uma queda na tabela por parte dos “Caixeiros” (que, de forma algo preocupante, apenas registam um triunfo nas últimas onze partidas efectuadas), tendo baixado já ao par que reparte, com o Mação, o 7.º e 8.º lugares.

Porventura mais expectável, mas ainda assim digno de realce, anota-se ainda o triunfo obtido (segundo consecutivo) pelo Torres Novas em Abrantes, frente à U. Abrantina, pese embora por tangencial 1-0, que teve também reflexos imediatos numa pauta classificativa que continua muito “igualada” no seu miolo: bastaram dois jogos para os torrejanos voltarem a escalar desde a 10.ª até à 4.ª posição, agora a quatro pontos do 3.º classificado, que continua a ser o U. Tomar. Ao invés, os abrantinos, depois de um período de franca recuperação pontual, continuam a ver-se em posição bem delicada, partilhando, para já, o último posto com o Amiense.

Surpresa – Continuando a procurar “fazer pela vida” o Moçarriense arrancou desta feita uma igualdade em terreno alheio, ante o At. Ouriense (2-2), confirmando a má fase dos oureenses (há seis jogos sem ganhar), apenas um ponto acima do duo da cauda da tabela, e agora já com um atraso de seis pontos face ao par que ocupa o 9.º e 10.º lugares, Fazendense e Rio Maior.

Confirmações – Tendo sido adiado o jogo entre Rio Maior e Amiense, os desfechos dos restantes dois confrontos acabaram por se enquadrar na lógica do futebol. Por um lado, o Fazendense, recebendo o U. Almeirim, no “derby” municipal, conseguiu enfim – ao terceiro (re)encontro –, impor-se, por 2-0, o que, no imediato, proporcionou à formação das Fazendas de Almeirim, não tanto uma grande progressão em termos de ordenamento relativo na hierarquia da tabela, mas, sobretudo, uma grande aproximação às equipas que a precedem na classificação: por exemplo, o 4.º lugar (agora pertença do Torres Novas) está somente a três pontos…

Por seu lado, o União de Tomar, visitado pelo Mação, não tendo conseguido desfazer o nulo no marcador, viu interrompido o seu excelente ciclo de seis vitórias (quatro no campeonato), frente a um adversário, de valor, que obteve o que vem sendo o seu “resultado-padrão” nesta fase da prova: sexto empate em sete jogos (curiosamente, depois de, nos sete desafios iniciais, não ter registado tal desfecho), o que o mantém precisamente a meio da pauta classificativa.

II Divisão Distrital – O grande destaque da 11.ª jornada foi a vitória do U. Santarém na recepção ao líder Pego (3-1), o que, a par da concludente goleada (5-0) do Ferreira do Zêzere no Tramagal (ante um irreconhecível “lanterna-vermelha”, que somou o décimo desaire noutros tantos jogos disputados), permitiu aos ferreirenses reduzir a diferença para três pontos. A Sul, os quatro primeiros ganharam os quatro desafios da ronda, pelo que se mantêm as posições relativas, com o Benavente com quatro pontos a mais que o Benfica do Ribatejo, e cinco à maior em relação ao Glória do Ribatejo.

Campeonato de Portugal Prio – Como deixara antevisto, o Alcanenense obteve um importante triunfo (2-0) ante o Sertanense, partilhando agora uma bastante boa 4.ª posição com o Peniche, já onze pontos acima da “linha de água” (sete pontos em relação ao 8.º classificado, precisamente a turma da Sertã). Por seu lado, o Coruchense não evitou nova derrota (1-2) na recepção ao Loures, mantendo o 8.º posto, agora a cinco pontos do 7.º classificado, Torreense.

Antevisão – Na I Divisão Distrital, as atenções estarão focadas no U. Almeirim-Fátima, no Riachense-Fazendense e no Mação-Empregados do Comércio, esperando-se que, desta feita, seja o Moçarriense a ser surpreendido, recebendo a visita do U. Tomar. Pelo Amiense-At. Ouriense poderá passar uma parte importante da decisão do posicionamento dos lugares a evitar.

Na II Divisão Distrital, os principais encontros da ronda serão o Alferrarede-U. Santarém (na disputa de um lugar no pódio), Ferreira Zêzere-Caxarias e Samora Correia-Glória Ribatejo.

No Campeonato de Portugal, já na antepenúltima jornada desta fase, o Alcanenense volta a actuar no seu terreno, recebendo o 7.º classificado, V. Sernache, podendo, em caso de vitória, dar mais um passo crucial para a tranquilidade. Por coincidência, também o Coruchense defronta o 7.º da sua série, neste caso, em Torres Vedras.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 7 de Janeiro de 2016)

Entry filed under: U. Tomar. Tags: .

Campeonato Nacional Hóquei em Patins – II Divisão (Zona Sul) – 13ª Jornada Campeonatos Distritais Futebol – 15ª Jornada / 12ª Jornada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Janeiro 2016
M T W T F S S
« Dez   Fev »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Categorias


%d bloggers like this: