U. Tomar – Centenário (X)

Dezembro 8, 2013 at 12:00 pm Deixe um comentário

Centenario-10

(“O Templário”, 05.12.2013)

Tendo regressado à I Divisão Distrital em 1958, o União de Tomar demoraria três anos até conseguir, pela primeira vez na sua história, apurar-se para o Campeonato Nacional da III Divisão, o que alcançaria na época de 1960-61, na sequência do 5.º lugar obtido no Distrital (atrás dos então “quatro grandes” do Distrito, Tramagal, Torres Novas, “Os Leões” de Santarém e Coruchense).

Tal como sucedera, vinte anos antes, na temporada de 1940-41 – então na estreia do clube no Campeonato Nacional da II Divisão –, o União teria uma excelente estreia no Nacional da III Divisão, a 15 de Janeiro de 1961, indo vencer a Coruche, por 4-3, num jogo frenético, alcançando o golo da vitória a dois minutos do fim, depois de a equipa Coruchense por três vezes ter estado em vantagem, com os dois últimos tentos a serem apontados por Eduardo Corona, antiga glória do Benfica, integrante da equipa que venceu a Taça Latina de 1949-50.

Mas, chegados a este patamar, seria necessário porfiar ainda, ao longo de cinco anos, para, enfim, a turma unionista conquistar um título de Campeão Nacional, matéria para uma próxima coluna. Antes disso, também na época de 1964-65, o União reconquistaria o título de Campeão Distrital. O calendário da prova ditara como adversário, para a antepenúltima ronda, o Alferrarede, que fora derrotado em Tomar com uma concludente goleada (8-1). E, naturalmente, com margem substancialmente mais reduzida, os “rubro-negros” voltariam a vencer:

«Dentro do critério que ultimamente vem utilizando, o União ganhou mais um encontro, fazendo uma exibição calma e sem preocupações no resultado.

O resultado de 2-0 é justo na medida em que o União, sem qualquer problema de classificação, se preocupou apenas com a vitória, actuando os jogadores em descontracção absoluta.»(1)

Em paralelo, a formação do Matrena era derrotada, em Santa Cita, pelo Tramagal, passando ambas estas equipas a registar um atraso de cinco pontos face ao guia. Assim, a 7 de Março de 1965, culminando uma bela campanha, o União de Tomar confirmava matematicamente a conquista do título – o terceiro do seu historial, no principal escalão do futebol distrital, depois dos títulos de Campeão Provincial alcançados nas já distantes épocas de 1941-42 e 1942-43:

«Se é certo que a vitória da equipa tomarense, mercê de uma carreira a todos os títulos brilhante no Campeonato Distrital era aguardada como consequência lógica de uma superioridade demonstrada em todo o Campeonato, a verdade é que beneficiando da derrota da Matrena, o União aumentou para cinco pontos o seu avanço sobre o segundo classificado, a duas jornadas do fim sagrando-se campeão mais cedo do que esperava.»(2)

____________

(1) Cf. “Cidade de Tomar”, 14 de Março de 1965
(2) Cf. Idem, Ibidem

Entry filed under: U. Tomar. Tags: .

O pulsar do campeonato – Taça Ribatejo – 2ª jornada Campeonatos Distritais de Futebol – 9ª Jornada / 8ª Jornada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2013
M T W T F S S
« Nov   Jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

Categorias


%d bloggers like this: