U. Tomar – Centenário (V)

Outubro 27, 2013 at 12:00 pm Deixe um comentário

UT-Centenario-05

(“O Templário”, 24.10.2013)

Depois da extraordinária recuperação protagonizada na partida de estreia em provas oficiais da A. F. Santarém, em encontro disputado no Tramagal, com o desfecho final a saldar-se por um empate a quatro golos, o União de Tomar teria ainda de esperar mais de um ano até, por fim – a 7 de Novembro de 1937 –, obter a sua primeira vitória em jogos oficiais, desde a retoma da competição na temporada anterior, batendo o novel Grupo Desportivo de Matrena por 2-1.

«Os números estão longe de traduzir a marcha do jogo, porque, se todas as oportunidades de “goal” feito fossem transformadas, o resultado seria outro muito maior e sempre a favor do União. […]

O União de Tomar aguentou-se bem, ganhando merecidamente um jogo em que, durante quási todo o tempo comandou e foi superior ao adversário. […]

Os «teams» alinharam:

União: Crisógono, Raúl e Coelho; Adriano, Torrão e Nunes; Alves, Isidro, Jaime, Padeiro e Eurico.

Matrena – Lopes, Guilherme e Tomaz; José Carlos, Silva e Ferreira; Zeferino, Patrocínio, Reis, Pedrosa e Lacueva.»(1)

Premiando a boa carreira unionista na Zona Norte do Campeonato Distrital da temporada de 1940-41, em que concluíra a prova no 2.º posto, apenas atrás do G. D. Matrena, o União de Tomar apurava-se, pela primeira vez no seu historial, para o Campeonato Nacional da II Divisão (série “Província do Ribatejo”) – competição instituída em 1938-39 (depois de quatro edições “experimentais” da II Liga), portanto apenas na sua 3.ª edição.

Na sua estreia em competições de âmbito nacional, a 19 de Janeiro de 1941, o União recebia em Tomar a equipa do Águia Vilafranquense, e – não obstante a inexperiência em provas a este nível – obteria uma sensacional vitória por 5-3:

«O União de Tomar teve um baptismo auspicioso no Campeonato Nacional de Futebol (II Divisão) vencendo, merecidamente, embora vitória inesperada, o Águia de Vila Franca de Xira por 5-3.

Sob a direcção do sr. António da Silva Pereira, de Lisboa, que fazia também o seu baptismo em campeonatos desta natureza, os grupos alinharam da seguinte forma:

União de Tomar – Narciso; Santos (depois Marques) e Carmo; Gonçalves (depois Santos), Marques (depois Gonçalves) e Torrão; Inácio, Boniné, Malaquias, Barata e Firmo.

Águias de Vila Franca – Délio; António da Silva e Florentino; Vieira, Augusto Santos e Inácio Silva; Lúcio, Manuel João, Conceição, Barquinha e Pereira.»(2)

____________

(1) Cf. “Cidade de Tomar”, 14 de Novembro de 1937 – Crónica de Tónio
(2) Cf. “Cidade de Tomar”, 26 de Janeiro de 1941
Anúncios

Entry filed under: U. Tomar.

O pulsar do campeonato – Taça do Ribatejo Campeonatos Distritais de Futebol – 5ª Jornada / 4ª Jornada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2013
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Categorias


%d bloggers like this: