Centro de Inovação e Tecnologia da IBM cria 200 empregos em Tomar

Julho 31, 2013 at 10:12 am 1 comentário

A SoftInsa, empresa da IBM, a autarquia de Tomar e o Instituto Politécnico de Tomar assinaram hoje um protocolo para a criação de um Centro de Inovação e Tecnologia, o qual deverá criar 200 empregos, anunciaram as entidades.

Em declarações à Lusa, o presidente da IBM Portugal, António Raposo Lima, explicou que o projeto para a instalação de um Centro de Inovação Tecnológica (CENIT) em Tomar será gerido pela SoftInsa, sendo o sexto na Península Ibérica.

“Tem como objetivo tornar-se um pólo de prestação de serviços e de manutenção de aplicações de software altamente qualificado”, disse António Raposo Lima, adiantando que se prevê que este seja “inaugurado no último trimestre do presente ano”.

O presidente da IBM Portugal não avançou o valor do investimento.

“Quando o centro estiver em pleno funcionamento, estima-se a criação de até 200 postos de trabalho. Iremos privilegiar recém-licenciados e licenciados do Instituto Politécnico de Tomar, com espacial enfoque nas áreas de gestão, tecnologias de informação e engenharia”, acrescentou.

“Poderemos também considerar outros profissionais de áreas técnicas com especificidades dos projetos”, disse.

Questionado sobre a escolha do Instituto Politécnico de Tomar, o presidente da IBM Portugal disse que a cidade está “estrategicamente localizada no centro de Portugal Continental e com a infraestrutura necessária” para conduzir o negócio da SoftInsa.

“Contamos com o apoio ativo da Câmara Municipal e do Instituto Politécnico, reconhecendo as competências e qualificações dos seus diplomados”.

Também em declarações à Lusa, o presidente do Instituto Politécnico de Tomar (IPT), Eugénio Pina de Almeida, considerou esta parceria assente nos aspetos do papel do IPT “no concelho e na região, ao nível da transferência de conhecimento e renovação do tecido económico, o da atualização e alinhamento permanente da sua oferta formativa com as necessidades do mercado, o do desenvolvimento de novas áreas de investigação e o aspeto da maior empregabilidade dos diplomados”.

Sobre os objetivos a médio prazo, o presidente do politécnico disse que estes estão “relacionados com o incremento da tranferência de conhecimento, com a capacidade de atrair novos projetos para a região, com o desenvolvimento de novas áreas de especialização, adjacentes às que já existem no IPT e com o aumento da empregabilidade dos seus estudantes”.

Em termos de impacto para a região, Eugénio Pina de Almeida disse que em primeiro lugar este é “o primeiro investimento privado realizado em Tomar em muitos anos e, em segundo lugar, o mais importante ainda, por ser um investimento na área da inovação tecnológica”.

(RTP – Lusa)

Anúncios

Entry filed under: Actualidade.

Quinta do Bill e Sociedade Filarmónica Gualdim Pais “Esculturas do meu Fado” – Cristina Maria

1 Comentário Add your own

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Julho 2013
S T Q Q S S D
« Jun   Ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Categorias


%d bloggers like this: