O pulsar do campeonato – Taça do Ribatejo

Fevereiro 17, 2013 at 10:30 am Deixe um comentário

Templario - 14-02-2013

(“O Templário”, 14.02.2013)

Como quase sempre sucede nestas ocasiões, nos jogos dos 1/8 de Final da Taça Ribatejo – primeira ronda a eliminar – aconteceu mesmo “Taça”, em particular na Atalaia e em Alpiarça (e não em Santarém…), onde duas equipas da Divisão Secundária, Atalaiense e Empregados do Comércio, afastaram da competição outras duas da Divisão Principal, respectivamente o Pontével e o União de Tomar.

E se o Atalaiense, após o nulo no final do tempo regulamentar, apenas no desempate por via de pontapés da marca de grande penalidade se superiorizou, já o Empregados do Comércio obteve um triunfo por números que não deixam margem a dúvida, batendo a turma unionista por 3-1.

Deste desaire do União de Tomar – algo inesperado, não obstante sabermos que, tradicionalmente, as formações de escalão inferior têm, nestes desafios, uma motivação especial (para além do facto de estarmos em presença de um dos finalistas da prova na edição anterior, o que, só por si, já deveria constituir forte sinal de alerta) – serão necessariamente extraídas ilações (e lições), de forma a procurar evitar que se repitam os erros cometidos, com notórias falhas de concentração: um golo sofrido (na conversão de uma grande penalidade) logo no primeiro minuto (!); e, ainda pior, em termos de definição do desfecho da partida e da eliminatória, depois do tento do empate, dois golos consentidos praticamente de imediato. E o grupo nabantino nem sequer poderá invocar em seu favor a justificação de ter jogado no terreno do adversário, dado que o encontro foi disputado em campo neutro.

Para os 1/4 de Final avança ainda uma terceira formação da Divisão Secundária, no caso, tal como se antevia, o Assentiz, que eliminou um clube da mesma série, o Operário Meiaviense, por clara marca de 3-0.

Os restantes cinco apurados são da Divisão Principal, com destaque para os triunfos do At. Ouriense, na Glória do Ribatejo (2-1); e do Mação, ante o Benavente (3-1). Os grupos do Amiense (não obstante as dificuldades sentidas no terreno do adversário), Fazendense (goleando por 5-0) e Coruchense, impuseram o seu natural favoritismo, perante opositores do escalão secundário, respectivamente Muge, Alferrarede e Vasco da Gama.

Passado este breve interregno, regressa, no próximo fim-de-semana, o Campeonato Distrital, entrando na sua recta final, com a realização da penúltima jornada.

Recuperando o posicionamento actual, temos um primeiro grupo, formado pelo quarteto que se perfila como candidatos à disputa do título, com o par formado por Riachense e Amiense com dois pontos de vantagem face ao At. Ouriense e quatro pontos de avanço em relação ao Amiense.

Segue-se, em posição intermédia, o Fazendense, a sete pontos da turma de Amiais de Baixo; e, mais abaixo, o trio em contenda pela última vaga no grupo dos seis primeiros, com a U. Abrantina (que regista três pontos de atraso face à equipa de Fazendas de Almeirim) a dispor de uma escassa margem de dois pontos a mais que Benavente, e três em relação ao União de Tomar.

Por fim, um outro quarteto, actualmente mais ameaçado face à possibilidade de uma eventual despromoção, liderado pelo Pontével (para já, acima da “linha de água”), já a sete pontos da turma nabantina, mas com quatro pontos de vantagem sobre o Coruchense, seis em relação ao Glória do Ribatejo e oito face ao “lanterna vermelha”, Moçarriense.

Na ronda 21 do campeonato, curiosamente, repete-se o alinhamento de um dos jogos dos 1/8 de Final da Taça Ribatejo, com o Mação a ser novamente visitado pelo Benavente, enquanto o outro guia, Riachense, recebe o União de Tomar, num confronto em que a formação de Riachos terá naturalmente o favoritismo, mas em que a equipa unionista necessitará imperiosamente de pontuar para poder continuar a sonhar com um lugar no grupo dos seis primeiros.

Do trio que disputa ainda essa última vaga de acesso, resta referir a U. Abrantina, também com uma difícil deslocação a Ourém (não obstante, ou até, talvez, sobretudo, devido aos três desaires averbados pelo At. Ouriense nas últimas quatro jornadas).

O tranquilo Fazendense (que não perde há seis jogos) perfila-se também como favorito, na visita à Moçarria (perante uma equipa do Moçarriense, última classificada, que regista uma série de quatro derrotas sucessivas, a última das quais, em casa, pelo penoso marcador de 0-8); assim como o Amiense (após um empate na jornada anterior, a colocar termo a uma sucessão de seis triunfos), de longada até Pontével, onde será, não obstante, expectável que possa encontrar maiores dificuldades, inclusivamente em função das reduzidas dimensões do campo.

Finalmente, num verdadeiro “jogo de aflitos”, a turma da Glória do Ribatejo (oito vezes desfeiteada em nove encontros disputados na segunda volta) recebe a formação do Coruchense (que regressou aos triunfos na ronda anterior – a que somou agora também o apuramento na Taça do Ribatejo –, depois de cinco derrotas consecutivas).

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 14 de Fevereiro de 2013)

Anúncios

Entry filed under: U. Tomar.

Campeonato Nacional Hóquei Patins II Divisão – 18ª Jornada Campeonatos Distritais de Futebol – 21ª Jornada / 18ª Jornada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Arquivos

Categorias


%d bloggers like this: