O pulsar do campeonato – 20ª jornada

Fevereiro 10, 2013 at 10:30 am Deixe um comentário

Templario - 07-02-2013

(“O Templário”, 07.02.2013)

Os resultados da 20.ª e antepenúltima jornada da primeira fase do Campeonato da Divisão Principal não contribuíram para clarificar as posições entre o quarteto da frente, com as equipas candidatas ao título de Campeão e consequente promoção ao Campeonato Nacional a denotarem algumas hesitações, à excepção, claro, da rotunda goleada (8-0) infligida pelo Mação frente ao “lanterna vermelha” Moçarriense.

De facto, com o Riachense e Amiense a não irem além do empate (respectivamente em Abrantes, cedido na fase derradeira do encontro, quando a turma de Riachos jogava em inferioridade numérica; e perante o Fazendense, a dois golos, em partida antecipada para a passada sexta-feira), e com o At. Ouriense a ser derrotado (pela margem mínima) em Benavente, este mini-pelotão mantém-se compacto, com quatro pontos a separarem o duo que reparte agora a liderança (Riachense e Mação) do Amiense, com a formação de Ourém em posição intermédia.

A nota de equilíbrio perdura portanto como dominante, com o trio de equipas do topo da tabela a somar, cada uma, 13 vitórias nos 20 desafios disputados, contando o Amiense apenas um triunfo a menos. Em termos de derrotas, os dois líderes cederam três vezes cada, enquanto os restantes dois desse quarteto somam já cinco desaires.

O Fazendense continua a sua “corrida por fora”, mantendo-se a 11 pontos dos guias, diferença que, a subsistir nas duas rondas finais, seria reduzida a seis pontos, para a segunda fase. Poderá a turma de Fazendas de Almeirim vir ainda a intrometer-se na disputa pelos primeiros lugares? Parece pouco provável, mas não será difícil antecipar que venha a exercer um papel de “arbitragem” entre os candidatos ao título, em função dos resultados que venha a registar frente a cada um deles.

O empate alcançado pela U. Abrantina, a par do triunfo do Benavente sobre o At. Ouriense, ofuscaram de alguma forma o regozijo por mais uma vitória do União de Tomar, frente à animosa equipa da Glória do Ribatejo (2-0). Foi a quinta partida que a turma unionista venceu na segunda volta, aumentando para 17 pontos o seu pecúlio nesta metade da prova (ainda com duas jornadas por disputar) – contra apenas nove na primeira volta –, somente menos um ponto que os obtidos pelo At. Ouriense e Fazendense e menos dois que os alcançados por Riachense, Mação e Amiense, nesse mesmo período.

A formação nabantina reduziu assim para três pontos a distância que a separa do ambicionado 6.º lugar, mantendo-se a um escasso ponto do Benavente; porém, restando apenas duas rondas, a tarefa não se apresenta menos árdua: o União necessitaria, no mínimo, de pontuar em Riachos e de vencer, na última jornada, em casa, o At. Ouriense, esperando que a U. Abrantina possa perder os dois encontros finais (deslocação a Ourém e recepção ao Mação). Isto, claro, sem esquecer que o grupo benaventense também é parte interessada nesta disputa (visita Mação e recebe o Moçarriense).

Por fim, na jornada do passado fim-de-semana, referência para o regresso às vitórias do Coruchense, frente ao Pontével (4-2), colocando termo a uma série de cinco derrotas consecutivas, e reduzindo para quatro pontos a distância que o separa da “linha de água”, posição actualmente ocupada precisamente pelo adversário que defrontou nesta ronda, assim “reentrando” na luta pela manutenção.

Antes da realização das duas jornadas finais, é entretanto ocasião para nova pausa no campeonato distrital, abrindo caminho à disputa, neste fim-de-semana, dos 1/8 Final da Taça Ribatejo, competição em que estão envolvidas nove equipas da Divisão Principal e sete da Divisão Secundária.

Nos confrontos entre equipas da principal divisão, teremos Glória do Ribatejo-At. Ouriense e Mação-Benavente, com favoritismo a pender para as equipas de Ourém e de Mação.

Por seu lado, nos desafios em que intervêm equipas dos dois escalões, os primodivisionários terão de se aplicar para confirmar a sua teórica superioridade, principalmente nos três últimos confrontos, em que terão a dificuldade acrescida de se deslocarem aos terrenos dos respectivos adversários: Coruchense-Vasco da Gama, Fazendense-Alferrarede, Muge-Amiense, Empregados do Comércio-União Tomar e Atalaiense-Pontével. Será com naturalidade que poderemos aguardar alguma surpresa – os geralmente apelidados de “tomba-gigantes”, à escala distrital –, esperando que tal não suceda em Santarém, dadas as aspirações unionistas nesta competição, que o União nunca conseguiu vencer.

Finalmente é já garantido que teremos, nos 1/4 Final da prova, pelo menos uma equipa representante da Divisão Secundária, dado que se enfrentam Assentiz e Meiaviense, com aparente supremacia da equipa da casa, que lidera a sua série do campeonato.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 7 de Fevereiro de 2013)

Anúncios

Entry filed under: U. Tomar.

Campeonato Nacional Hóquei Patins II Divisão – 17ª Jornada Taça Ribatejo – 1/8 Final

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Arquivos

Categorias


%d bloggers like this: